Home » Conecta

Atenção ao que você compartilha nas redes sociais

Atencao ao que voce compartilha nas redes sociais

A jornalista Faeza Rezende, graduada em Jornalismo em 2006, postou texto em sua página na rede social Facebook. Ela fez uma análise das informações relativas à violência divulgadas na cidade. Vale a pena conferir:

 Oi, meus queridos!!!…A quantas informações vocês tiveram acesso nos últimos dias??? Eu perdi as contas!!! Li, ouvi, assisti…também recebi mensagens, ligações, e-mails…Nossa!! Quanta coisa!! E cada uma com um ponto diferente!! Um ponto de vista…um ponto final…um ponto a mais!! O medo, a paz, o desespero, o alento, o pânico, a calma…cada uma com um ponto de sentimento diferente que transformava aquela informação!! Afinal…que informação era aquela mesmo??? Era boato ou era notícia?

Acredito que o momento, sobretudo, é de reflexão…não sobre o lado A ou o lado B…mas sobre um direito constitucional: o de acesso à informação!!! Com as redes sociais, as tecnologias….está cada vez mais fácil (e perigoso) ter acesso e divulgar uma informação!!! No meio desse turbilhão, é preciso filtrar o que é certo, o que é errado…o que tem procedência, o que não tem!!! Essa informação informa ou desinforma?

A que informação temos direito, segundo prevê a Constituição Federal?

Qual o “poder” e qual a “força” tem uma informação? Para mim, a informação é uma arma poderosa de transformação (seja qual for essa transformação)!!! Por isso, enquanto ser humano, e, principalmente, enquanto jornalista, penso e repenso antes de informar, e, sobretudo, antes de me deixar ser informada!!

 

A informação não vem só do jornalista. Não, não sou contra as redes sociais, nem dos meios que possibilitem a difusão da informação popular!! Sou a favor da tecnologia, da democracia! Mas para o bem!

Há exatos 5 anos, quando me formei em Direito, discuti na minha monografia a necessidade de uma lei de imprensa e da exigência do diploma para jornalista!!

Não, não sou a favor da ditadura!! Sou a favor, com todas as forças, da liberdade de expressão (que também é um direito constitucional!)!!! Mas de uma liberdade responsável que respeite aquele direito tão importante que é o acesso à informação de qualidade!! A informação errada deve sim, em minha opinião, estar sujeita a penalidades!! O diploma não é garantia de ética. Mas é um instrumento importante e, acredito eu, que diminui os riscos de desvios. Informação é uma “arma social” e por isso deve ser usada com responsabilidade!

Leia também

Deixe sua resposta!

Você pode usar essas tags de html:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>